Charge em exibição nos corredores da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, após casos de estupro na instituição. Maio de 2016.

Anúncios